Chyk foto e vídeo

Rua Santa Ifigênia, 485. 20/22 - Santa Efigênia, São Paulo
Telefone: (11) 3225-9077
Telefone: (11) 3361-8040
Preço à vista: R$ 1.700,00 ou R$ 2.035,92 em 12x de R$ 169,66.

Categoria: Nikon

Descrição:

http://chyk.com.br/cameras-fotograficas/nikon/dslr/camera-dsrl-d3200.html

Resolução 24.2MP
Tamanho do display (LCD) 3.0"
Lente intercambiável
Tipo de visor Tela e óptico
Zoom óptico De acordo com a lente no kit
Grava data/hora
Grava vídeo com áudio
Estabilizador de imagem
Cartões de memória compatíveis SD,SDHC,SDXC
Flash integrado
Resolução máxima de vídeo 1080p
Sensibilidade (ISO) 100 até 6400
Tamanhos das imagens (pixels) 6016 x 4000
Processador de imagem EXPEED 3
Tipo de sensor CMOS
Conexões Mini USB,Mini HDMI
Alimentação bateria

CONTEÚDO DA EMBALAGEM


- Câmera Digital Nikon D3200
- Bateria Recarregável de Li-ion EN-EL14
- Carregador Rápido MH-24
- Cabo de áudio/vídeo EG-CP14
- Cabo USB UC-E6
- Ocular de Borracha DK-20
- Alça da Câmera AN-DC3
- Tampa da Ocular DK-5
- Tampa da Abertura da Lente BF-1B
- Capa da Sapata de Acessórios BS-1
- CD-ROM NikonView NX
- Lente 18-55M

A D3200, lançada no final de 2012, faz parte de uma linhagem de câmeras iniciada em 2006 com a D40, a primeira de suas DSLRs com um corpo consideravelmente menor e mais leve que o padrão usado profissionalmente. Para se ter uma ideia de quanto a tecnologia avançou em apenas seis anos, a D40 possuía um sensor CCD (sem captura de vídeo nem Live View) de 6 megapixels (na D3200 são 24,2 megapixels), sensibilidade ISO de 200 a 3200 (na D3200 o ISO vai de 100 a 12800), tela LCD muito menos nítida (230 mil pontos, contra 960 mil) e captura contínua a 2 fotos e meia por segundo (a D3200 captura 4 fotos por segundo). Em conjunto, as especificações da D3200 não são consideradas de nível "profissional". Mas tirando uma ou outra limitação (por exemplo, falta do recurso de bracketing, ou seja, exposições escalonadas), não há nada que impeça de usar a D3200 como uma segunda câmera de trabalho, ou mesmo como câmera principal para trabalhos em ambientes sem maiores riscos (chuva, fortes impactos etc.). A confiança em seus resultados deve-se ao fato de ela possuir um sensor de altíssima qualidade, que pode produzir resultados muito bons quando "casado" a boas objetivas. Peculiaridades Assim como em todos os outros modelos de DSLRs de corpo pequeno da Nikon (o que inclui D3300, D5200 e D5300), a própria máquina não possui o motor para acionar o AF da lente, o que restringe o seu uso com AF com as lentes Nikkor marcadas com a sigla AF-S. A Nikon é famosa por possuir uma extensa linhagem de objetivas, iniciada em 1959, sendo que todas elas compartilham a mesma baioneta de encaixe padrão F. Portanto, em tese, são todas compatíveis, tirando apenas certas peculiaridades que afetam alguns modelos mais antigos. Mas nesta câmera e em suas irmãs pequenas (D3100, D3300, D5000 e D5300), a focalização será sempre manual com todas as lentes que não forem do tipo AF-S. Para quem está entrando na fotografia e pretende adquirir objetivas novas, isso não apresenta problema nenhum: basta usar somente as lentes mais modernas. Se a ideia for reaproveitar lentes mais velhas, o foco será manual, mas contará com a focalização assistida. Esse recurso não vem ativado de fábrica: está escondido no menu de opções com o nome "Rangefinder". O que ele faz é indicar, num pequeno gráfico na base do visor ocular, para que lado o fotógrafo deve girar o anel de foco da lente a fim de focalizar a imagem no ponto central. É uma imitação eletrônica da funcionalidade de foco de uma câmera antiga de filme, que tinha uma área especial no visor para indicar o foco no centro. Ainda assim, fotografar com foco manual raramente é conveniente nos dias de hoje. Já em filmagem, o uso de lentes mecânicas de foco manual é corriqueiro. Se a intenção de uso de sua Nikon envolver muita captura de vídeo, será recomendável considerar, em seu lugar, os modelos D5200 ou D5300, pela única e boa razão de que eles possuem uma tela LCD móvel articulada, recurso praticamente indispensável durante filmagens e um pouco menos importante na fotografia. Mas com a D3200 é possível fazer filmagens de ótima qualidade em 30 quadros por segundo em Full HD (1080p) ou 60 por segundo (câmera lenta) em 720p. Vantagens Para quem procura uma qualidade de imagem muito alta com o menor gasto possível na própria câmera, a D3200 se apresenta como uma opção excelente. A resolução de sensor, em termos da cobertura angular de cada pixel, é a mesma do modelo full-frame (FX) D810, que possui uma cobertura total maior com seus 36 MP. O nível de definição de imagem é impressionante. A imagem de 24 megapixels produzida pela D3200 corresponde a uma dimensão impressa de 52x35cm numa impressora Fine Art com a nitidez no máximo. É, de fato, uma resolução tão alta que na época de seu lançamento houve gente chegando a questionar a razão de se colocar tantos pixels numa máquina fotográfica destinada ao público amador. Afinal, um sensor DX de 24MP é capaz de revelar as deficiências ópticas de qualquer lente de uso comum. De imediato, por exemplo será perceptível a relativa limitação da lente de 18-55mm do kit, algo que não seria perceptível nas câmeras mais antigas com sensores de 6, 12 ou 14 MP. Nossa primeira sugestão de objetiva de distância focal fixa para mostrar tudo o que essa câmera é capaz de registrar numa foto é a Nikkor AF-S 35mm 1.8 G DX. Essa é uma objetiva luminosa, leve e extremamente nítida, e ainda relativamente barata. O mais normal no meio fotográfico é recomendar uma lente de 50mm 1.8 como ponto de partida para quem está começando, mas o preço do modelo AF-S 50mm 1.8 G DX é quase o mesmo da 35mm. A combinação da lente de 35mm com esse sensor DX de alta resolução resultará mais versátil. Diferenciais Seja o usuário leigo ou não, a câmera traz um útil Modo Guia, devidamente traduzido para o português, que explica na telinha todas as funções, substituindo o manual impresso. Não há muito em termos de filtros e efeitos na própria câmera. De certa forma ela é tradicionalista e espera que o usuário faça capturas brutas para editar e modificar no computador. A sensibilidade ISO da D3200 vai de 100 a 5400, podendo-se expandir a gama até o equivalente a 12800. Na prática não é recomendável usar ISO 3200 ou superior, devido ao ruído e à tentativa da câmera de escondê-lo reduzindo a definição das texturas e detalhes. O ISO automático é uma opção bastante segura, mas o melhor para os mais exigentes é programar o botão Fn para fazer o controle manual do ISO. Para quem fotografa em JPG, é altamente recomendável usar a opção Active D-Lighting, que melhora a distribuição dos tons na imagem sem deixar o resultado parecendo artificial. Conclusão Esta câmera e os modelos similares da Nikon encontram concorrência forte de similares da Canon (a linha Rebel) e de diversas ofertas de outras marcas na categoria "mirrorless", sendo mais notável nesse espaço de produto a série Panasonic G. No entanto, se o consumidor estiver com ambições de profissionalização no futuro, a porta de entrada ainda deverá ser uma relativamente tradicional câmera reflex (DSLR), como é o caso desta Nikon e das concorrentes da Canon. Existe em catálogo uma boa quantidade de lentes Nikkor AF-S, todas de altíssima qualidade, mas o custo do investimento em óptica pode superar facilmente o da câmera em si, devendo ser portanto o objeto de uma consideração muito cuidadosa. Havendo lentes à altura de seu refinado sensor, é seguro dizer que a câmera desempenhará a tarefa com elegância.